Feiras que promovem a inclusão de agricultores familiares em cadeias curtas de comercialização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36920/esa-v29n1-11

Palavras-chave:

Redes agroalimentares alternativas; mercados; desenvolvimento rural.

Resumo

Neste trabalho são analisados os mecanismos de funcionamento das feiras municipais do produtor que promovem a inclusão de agricultores familiares em canais curtos de comercialização. Utilizando metodologia qualitativa, foram feitas entrevistas semiestruturadas com diversos agentes dos sistemas agroalimentares locais objetivando identificar o papel das feiras e seus mecanismos de funcionamento. A pesquisa realizada em Goiás revela que a inclusão socioprodutiva de agricultores familiares se dá em feiras com as seguintes características: (1) estão organizadas a partir de associações de feirantes/agricultores familiares com estatutos e regras que definem as normas de participação; (2) onde existem relações consolidadas e de confiança entre agricultores, consumidores e outros agentes locais; e (3) possuem relações solidárias entre os participantes e funcionam como catalizadoras de novas transações entre agricultores e diferentes mercados.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

Downloads

Publicado

01-02-2021

Artigos Semelhantes

1-10 de 378

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.