As práticas produtivas e alimentares no espaço rural do Oeste de Santa Catarina: a ação pública na busca e na crítica à modernidade

The productive and food practices in rural space of western Santa Catarina: public action in the search for and critique of modernity

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36920/esa-v28n1-4

Resumo

A região do Oeste de Santa Catarina se integrou à “modernização da agropecuária” a partir da década de 1950, por meio da agroindustrialização de alimentos, tendo como protagonistas o Estado, a sociedade civil e o mercado, que atuaram nos níveis nacional, estadual e municipal. Baseado na sociologia da ação pública, o objetivo deste artigo consiste em verificar como as políticas públicas promoveram a modernidade e como ações e políticas públicas mais recentes reforçam ou delineiam novos padrões e trajetórias de desenvolvimento rural e influenciam práticas produtivas e alimentares. A coleta de dados associou revisão bibliográfica e pesquisa de campo. Em 2018, foram realizados dois grupos focais, 13 entrevistas semiestruturadas com gestores públicos e mediadores de sete organizações atuantes na região, e foram aplicados 49 questionários em domicílios rurais localizados em Chapecó e nove municípios vizinhos. Os resultados da pesquisa indicam que a modernidade levou uma parcela significativa de agricultores familiares a produzirem menos alimentos para o autoconsumo e a consumirem mais alimentos industrializados e ultra processados, além de ter provocado concentração da produção, êxodo rural e poluição ambiental. Diante desses riscos e incertezas, “novas” práticas produtivas e alimentares emergiram e novos atores passaram construir alternativas à modernidade. As “novas” estratégias produtivas consistiram na agroindustrialização de alimentos, produção agroecológica, resgate da biodiversidade, criação de feiras e a manutenção da produção para o autoconsumo, apoiadas por diversas ações e políticas públicas. O mesmo Estado que produz riscos, ameaças e incertezas produtivas e alimentares, também contribui para a segurança alimentar e nutricional na região.
Palavras-chave: ação pública; modernidade; práticas produtivas e alimentares.

GRISA, Catia; TECCHIO, Andréia; CHECHI, Leticia Andrea; SABOURIN, Eric. As práticas produtivas e alimentares no espaço rural do Oeste de Santa Catarina: a ação pública na busca e na crítica à modernidade. Estudos Sociedade e Agricultura, v. 28, n. 1, p. 78-108, fev. 2020.

Recebido em 26 de novembro de 2019.
Aceito em 20 de dezembro de 2019.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Catia Grisa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Professora nos Programas de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural (PGDR) e Dinâmicas Regionais e Desenvolvimento (PGDREDES), ambos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
E-mail: catiagrisaufrgs@gmail.com
https://orcid.org/0000-0001-6685-4875
http://lattes.cnpq.br/0234023827856266

 

Andréia Tecchio, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Pós-Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas da Universidade Federal de Santa Catarina (PGA/UFSC).
Email: deiatecchio@yahoo.com.br
https://orcid.org/0000-0003-0283-9996
http://lattes.cnpq.br/3932116208016864


Leticia Andrea Chechi, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) – Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Doutorado em Desenvolvimento Rural pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PGDR/UFRGS). Professora colaboradora no Centro de Ciências Agroveterinárias da Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV/UDESC).
E-mail: leticia.chechi@udesc.br
https://orcid.org/0000-0002-8937-6324
http://lattes.cnpq.br/1382360135130521

Eric Sabourin, Centre de Coopération Internationale en Recherche Agronomique pour le Développement (CIRAD, Umr ART-Dev, MUSE) – Montpellier, França

Doutorado em Antropologia e Etnologia pela Université de Paris VII, França. Pesquisador titular em Antropologia e Sociologia Rural do Centre de Coopération Internationale en Recherche Agronomique pour le  Développement – CIRAD, Umr ART-Dev, MUSE.
E-mail: eric.sabourin@cirad.fr
https://orcid.org/0000-0002-1171-2535
http://lattes.cnpq.br/1561460170110627

Downloads

Publicado

2020-02-01