A intelligentsia de José de Souza Martins e outras questões agrárias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36920/esa-v29n1-9

Palavras-chave:

Pensamento Social, Questão Agrária, mediação rural

Resumo

Este artigo tem por intento elucidar parte da produção teórica do sociólogo José de Souza Martins, em virtude da discussão em torno do tema da Questão Agrária no Pensamento Social Brasileiro. Nas concepções clássicas de autores como Marx, Lenin e Kautsky, este debate, em certa medida, esteve atrelado ao tema da Revolução Socialista em países europeus. No contexto brasileiro, temos uma diversidade em torno das correntes pecebista, cepalina, do conservadorismo econômico e da Igreja Católica progressista, à qual Martins se mostrou simpatizante. Na visão de Martins, a Questão Agrária deveria ser concebida a partir da emancipação dos trabalhadores rurais diante da expansão do capitalismo no campo e a reforma agrária radical nunca foi a solução imediata para os problemas do campo. Para ele, a conquista da “terra de trabalho”, que foi também tema da Igreja Católica progressista nos idos da década de 1980, era mais promissora do que a intervenção marxista proposta pelo Partido Comunista.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Bruno Costa da Fonseca, Universidade Federal do Tocantins (UFT) – Palmas, Tocantins, Brasil

    Professor da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Conflitos Ambientais, Agricultura e Sociedade da Universidade Federal de Viçosa (PACAB/UFV) e do grupo de pesquisa Pensamento social e cultura política (UFRRJ). Doutorado pelo Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CPDA/UFRRJ).
    brunodogma@gmail.com
    https://orcid.org/0000-0002-8379-5050
    http://lattes.cnpq.br/0149445495540019

Downloads

Publicado

01-02-2021

Artigos Semelhantes

1-10 de 408

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.