Política de Assistência Técnica e Extensão Rural no Brasil: um caso de desmantelamento?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36920/esa-v29n3-5

Palavras-chave:

Assistência Técnica, Pnater, desmantelamento de políticas públicas, desenvolvimento rural

Resumo

No contexto dos estudos sobre desmantelamento de políticas públicas de desenvolvimento rural no Brasil, o artigo questiona a oportunidade de aplicação deste referencial para interpretação da trajetória recente da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pnater). Neste estudo utilizou-se uma metodologia de análise sistemática de notícias, documentos oficiais e textos legais para caracterizar a proposta do Mapa para Política de Ater pós-2018 e, com suporte nestas fontes, buscou-se sustentar o argumento de que se encontra em curso um processo de reforma da política, com reformulação reorientada ao reenquadramento conservador. Esta análise evidencia a complexidade, as contradições e o viés conservador da mudança em curso, indicando preocupações futuras quanto a agendas de equidade e sustentabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vivien Diesel, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) – Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil

Professora Titular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), aposentada. Professora Voluntária no Programa de Pós-graduação em Extensão Rural da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Pós-doutora no Departamento de Antropologia Social da Universidad de Sevilla (Espanha).
https://orcid.org/0000-0003-2939-9660
http://lattes.cnpq.br/9100511027348805
viviendiesel@yahoo.com.br 

Pedro Selvino Neumann, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) – Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil

Professor Titular e pesquisador no Programa de Pós-graduação em Extensão Rural da Universidade Federal de Santa Matia (PPGEXR/UFSM). Doutor em Engenharia da Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
https://orcid.org/0000-0001-9574-6400
http://lattes.cnpq.br/0786069109358002
neumannsp@yahoo.com.br

Marcelo Miná Dias, Universidade Federal de Viçosa (UFV) – Viçosa, Minas Gerais, Brasil

Professor e pesquisador no Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Doutor em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pelo Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CPDA/UFRRJ).
https://orcid.org/0000-0002-3404-228X
http://lattes.cnpq.br/2282213279382586
minad@ufv.br

José Marcos Froehlich, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) – Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil

Professor e pesquisador no Programa de Pós-graduação em Extensão Rural (PPGEXR) e de Pós-graduação em Ciências Sociais (PPGCS) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Pós-doutor no Departamento de Antropologia Social da Universidad de Sevilla (Espanha).
https://orcid.org/0000-0001-6968-8497
http://lattes.cnpq.br/2717087872404072
jmarcos.froehlich@gmail.com

Downloads

Publicado

01-10-2021

Edição

Seção

Seção Temática "Agronegócio, Infraestrutura Logística e Dinâmicas Fundiárias na Amazônia"