Inovação e transição agroecológica em Ipê e Antônio Prado/RS

Innovation and agroecological transition in Ipê and Antônio Prado, state of Rio Grande do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36920/esa-v28n2-4

Resumo

Neste artigo é apresentado o caso da agricultura ecológica de Ipê e Antônio Prado no Rio Grande do Sul. O objetivo é analisar o processo de mudança sociotécnica, identificando as inovações produzidas e as relações e mecanismos pelas quais estas alterações adquirem o caráter de novidade e, assim, dão forma a um processo de transição agroecológica nestes municípios. As principais referências teóricas são a Perspectiva Multinível de análise das transições (PMN) e a abordagem da ‘produção de novidades’ na agricultura. Os dados e informações apresentados foram coletados através de entrevistas semiestruturadas e de observação do participante com técnicos e agricultores ecologistas durante o período de 2012-2013, e atualizados em 2017-2018. Também foram utilizados, para a análise, documentos técnicos produzidos por agricultores e técnicos ecologistas do município. Pôde-se observar que, a partir do momento em que as famílias optaram pela agricultura sem agroquímicos, a qual é chamada localmente de agricultura ecológica, e que passaram a comercializar os produtos desta agricultura numa feira em Porto Alegre, tem início um processo de transformações encadeadas e correlacionadas em outros aspectos da produção material e do ambiente institucional no qual as famílias operam. Neste encadeamento, outras inovações emergem, tais como novas técnicas de cultivo, novos insumos produtivos, novos equipamentos, alterações na legislação de alimentos, novos produtos processados, novos espaços de comercialização, novas associações e grupos de agricultores ecologistas. Este caráter multidimensional das mudanças ocorridas permite o delineamento de uma ‘teia’ de novidades, ou de um nicho de inovação em agricultura ecológica, o qual representa o nível local do processo de transição agroecológica.
Palavras-chave: inovação; produção de novidades; transição agroecológica.

Artigo recebido em 11 de outubro de 2019.  Aceito em 3 de março de 2020.

Como citar
OLIVEIRA, Daniela. Inovação e transição agroecológica em Ipê e Antônio Prado/RS. Estudos Sociedade e Agricultura, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, p. 339-363, jun. 2020.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Doutorado em Desenvolvimento Rural pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
https://orcid.org/0000-0002-5597-8618
http://lattes.cnpq.br/3937199311404167
daniela.oliveira@ufrgs.br

Downloads

Publicado

2020-06-01