A racionalização da vida rural

Autores

  • Arilson Favareto

Resumo

O artigo procura estabelecer a diferença conceitual trazida com a abordagem territorial do desenvolvimento rural em relação às abordagens tradicionais de apreensão deste mesmo objeto nas ciências sociais. Na base da emergência do que se convencionou chamar por “nova ruralidade” há um deslizamento no conteúdo social e na qualidade da articulação das suas três dimensões definidoras fundamentais: as relações rural-urbano, a proximidade com a natureza, e os laços interpessoais. Os significados maiores desta mudança são, de um lado, a erosão do paradigma agrário que sustentou as visões predominantes sobre o rural ao longo de todo o último século, e, de outro, a intensificação de um longo e heterogêneo processo de racionalização da vida rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arilson Favareto

o é sociólogo, doutor em Ciência Ambiental pela USP, professor da Universidade Federal do ABC

Downloads

Publicado

2013-12-08

Edição

Seção

Ano 14 volume 01 - abril de 2006