Entre a denúncia e o fatalismo: natureza, sociedade e sertanejos-retirantes na literatura que evoca o Nordeste das secas

Between denunciation and fatalism: nature, society and “sertanejos-retirantes” in the literature that evokes the Northeast of the droughts

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36920/esa-v28n3-4

Resumo

Há consenso de que, no Brasil, a literatura é uma das primeiras áreas a assimilar contribuições sociológicas europeias do final do século XIX, e sob influência do darwinismo social e de teorias deterministas tematizar a raça e o meio. O movimento conhecido como literatura regionalista foi profundamente influenciado por esses temas. Neste artigo, o objetivo é desenvolver reflexão sobre obras desse movimento literário, cujos autores se dedicaram ao tema da seca na região Nordeste do Brasil, apontando algumas de suas repercussões na constituição de uma suposta identidade nordestina. O artigo consta de duas partes. A primeira trata do Nordeste como região construída e da emersão da seca como calamidade social. Na segunda, discutimos sobre a seca nos romances regionalistas, destacando elementos discursivos que expressam relações sociais em cidades nordestinas “receptoras” de populações rurais em tempos de seca. Concluímos que as obras têm uma função denunciatória, mas deixam quase ausentes as reações de sujeitos políticos. Desse modo, ainda contribuem na reprodução de velhas imagens, como símbolos, que também impelem à estigmatização da identidade e ações políticas muito mais de permanência que de mudanças.
Palavras-chave: literatura regionalista; Nordeste; imagens da seca.


Como citar
COSTA, Liduina Farias Almeida da. Entre a denúncia e o fatalismo: natureza, sociedade e sertanejos-retirantes na literatura que evoca o Nordeste das secas. Estudos Sociedade e Agricultura, Rio de Janeiro, v. 28, n. 3, p. 571-593, out. 2020. DOI: https://www.doi.org/10.36920/esa-v28n3-4.

Recebido em 1 de agosto de 2020. Aceito em 28 de agosto de 2020.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liduina Farias Almeida da Costa, Universidade Estadual do Ceará (UECE) – Fortaleza, Ceará, Brasil

Professora Associada no Programa de Pós-graduação em Sociologia e no Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Pós-doutorado em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC).
liduinafariasac@gmail.com
https://orcid.org/0000-0003-3674-8195
http://lattes.cnpq.br/5812385893304223

Downloads

Publicado

2020-10-01