Cultura alimentar no contexto do sistema familiar rural contemporâneo na Zona da Mata de Minas Gerais

Food culture in the context of the contemporary rural family system in the mata of Minas Gerais area

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36920/esa-v25n3-2

Resumo

Este artigo analisa e discute transformações e permanências nas práticas alimentares de famílias rurais dos municípios de Piranga, Presidente Bernardes e Porto Firme, na Zona da Mata Mineira. Tais famílias estão inseridas em uma das regiões mais antigas de Minas Gerais, considerada uma das primeiras onde teve início a exploração de ouro pelos bandeirantes nos Estado, por volta de 1693. Presidente Bernardes e Piranga possuem a maior população rural da Zona da Mata, segundo dados do IBGE de 2010. As práticas alimentares das famílias entrevistadas são compatíveis com o processo cultural e sócio-histórico de formação da região, mantendo algumas tradições nos modos de saber-fazer e na produção dos alimentos, embora estejam vivenciando algumas modificações nessas práticas. As mudanças observadas nas práticas alimentares, tais como a adoção de novas tecnologias, por exemplo, uso de panela elétrica de fazer arroz, batedeira de bolo e moinho elétrico, têm ocorrido de forma ainda tímida e não implica uma substituição total da cultura alimentar por outra. A pesquisa, de cunho qualitativo, indica que as famílias estão convivendo ou se adaptando aos processos de mudanças no mundo contemporâneo sem negar suas raízes históricas. Além disso, a incorporação das práticas alimentares modernas não é acrítica, pois estão conscientes de que as transformações constantes que ocorrem na sociedade têm o poder de interferir em suas práticas e hábitos alimentares. Consideram que vai se tornando cada vez mais difícil manter seus hábitos alimentares por fatores de caráter mais externos do que internos e que interferem na sua dinâmica de reprodução social e econômica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Romilda de Souza Lima, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Brasil

Professora Adjunta da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável, pesquisadora do Grupo de Pesquisa em Segurança Alimentar e do Grupo de Pesquisa em Desenvolvimento Rural, pesquisadora associada da Rede Naus – Rede Ibero-Americana de Pesquisa Qualitativa em Alimentação e Sociedade.
E-mail: romislima2@gmail.com

Downloads

Publicado

29-09-2017